Lista de palavras

As palavras abaixo podem ser confusas. Aqui está como nós as escrevemos na Conta Azul:


Palavras e contextos

  • Back end (substantivo/função), back-end (adjetivo/profissional); 
  • Front end (substantivo/função), front-end (adjetivo/profissional/tecnologia); 
  • Dropdown (substantivo e adjetivo);
  • E-commerce (a indústria);
  • E-mail; 
  • Fim x início / final x inicial; 
  • Hashtag (#). Nosso padrão é com todas as primeiras letras das palavras maiúsculas, para facilitar a leitura. Ex.: #ContaAzulCON, #DiaDContaAzul;
  • Internet (a primeira letra da palavra fica em maiúscula caso esteja no começo de uma frase);
  • Leitor de cartão: é como chamamos o aparelho que permite a leitura de cartões de crédito ou de débito, disponibilizado pela nossa parceira, a Stone. Usamos "leitor", no masculino, seguindo o padrão de mercado;
  • Login (a primeira letra da palavra fica em maiúscula caso esteja no começo de uma frase);
  • Like (atividade de "curtir" algo numa de mídia social);
  • Online (a primeira letra da palavra fica em maiúscula caso esteja no começo de uma frase);
  • Offline (a primeira letra da palavra fica em maiúscula caso esteja no começo de uma frase);
  • Pop-up (a primeira letra da palavra fica em maiúscula caso esteja no começo de uma frase);
  • Tweet, retweet (atividade de compartilhar algo no Twitter);
  • URL;
  • Wi-fi (a primeira letra dessa palavra é sempre em maiúscula, pois é o nome de uma tecnologia);
  • Tem = singular / têm = plural;
  • Não há variação para o verbo haver. Não existe “houveram”. Usamos “há” para o presente, e “houve” para o passado, tanto no singular quanto no plural;
  • Pró-labore. Termo comum no universo contábil. Escrevemos com hífen e com letra maiúscula no começo de frases ou em menus. No meio de frases, deve ser escrito com letra minúscula;
  • Cocriação. Significa criar juntos, com colaboração mútua. Escrevemos junto, sem hífen e com letra minúscula, a menos que apareça em começo de frase.

Palavras para evitar

  • “Que” em excesso;
  • Numerais que não acrescentam informação: “em um formato”;
  • Expressões que não dizem nada como “em instantes”, “entre outros”;
  • Substituímos o através por “por meio de”, “por intermédio de”. Só usamos o através com sentido literal, de algo que “atravessa”, “passa” por outra coisa;
  • Só usamos “onde” para falar sobre lugares. Nas demais situações, de acordo com o contexto, podemos utilizar “no(a) qual” e “nos(as) quais”, “pelo(a) qual e “pelos(as) quais”. E o "aonde" para dar a ideia de movimento. Ex.: "O lugar aonde estou indo".